domingo, 14 de abril de 2013

Bendito café nosso de cada dia

Dizia o nosso Mário Quintana: “O café é tão grave, tão exclusivista, tão definitivo que não admite acompanhamento sólido. Mas eu o driblo, saboreando, junto com ele, o cheiro das torradas-na-manteiga que alguém pediu na mesa próxima “ 
Hoje 14 de abril é dia deicado ao nosso querido pretinho básico. Ao consumir moderadamente, o café tem a função ação antioxidante, atuando no combate aos radicais livres e diminuindo os riscos de desenvolver doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer. Porém quando usado em excesso pode causar irritabilidade, ansiedade, inquietação, insônia, dores de cabeça, náuseas e problemas gastro-intestinais, devido à sua acidez. Beba moderadamente e delicie-se!!!

A necessidade básica do coração humano durante uma grande crise é uma boa xícara de café quente.
Alexander King
 
Bom café para você!!!
Imagem: Stela Petra Fotografia

História do café

A história do café é marcada por interessantes acasos e coincidências.
Sua origem é estimada em cerca de mil anos e está associada aos árabes, que primeiro cultivaram a fruta. A região de Kafa, no Oriente Médio, parece ser o berço do café, tendo inclusive emprestado seu nome à bebida.
Mas interessante mesmo são os primeiros registros acerca do café, nos quais podemos perceber como a observação dos animais inspira nosso cotidiano.
Tudo começou na Etiópia, quando um pastor percebeu que suas cabritas gostavam de comer certo fruto pequenino, vermelho e arredondado. Estas mesmas cabritas se mostravam mais espertas e resistentes depois de comê-lo.
Quando o pastor resolveu experimentar as frutas (esmagou-as com manteiga e fez uma pasta), conheceu os efeitos estimulantes do café. A versão bebida, porém, vem dos árabes.
Isto foi no século XV. Com o passar do tempo, o café seria não só saboreado, como estudado em seus efeitos estimulantes e revigorantes.
Através do comércio dos árabes com os europeus, o consumo do café foi se ampliando e, com as grandes navegações, chegou às Américas Central e do Sul.

Dicas e curiosidade

Para preparar seu cafezinho, não se esqueça destas dicas quentes:
Evite a água da torneira para o preparo do café. O excesso de cloro na água pode alterar o sabor, por isto prefira água filtrada ou mineral;
O pó não deve ser reaproveitado.
Não recircule a bebida, isto a deixa amarga.
Quando for utilizar pela primeira vez um coador de pano, ferva-o em água misturada com café, para tirar o cheiro do tecido.
Consuma o café logo que for feito, pois ele começa a perder suas características 15 minutos depois de pronto. Se não vai beber muito, faça um pouquinho de cada vez.
Antes de servir o café, agite-o levemente para uniformizar a mistura.
O café já ficou pronto? Agora veja para que mais serve o pó e a borra de café!
Para clarear e limpar a pia e o chão de cozinha, utilize a borra do café.
O pó de café, colocado num copinho dentro da geladeira, ajuda a eliminar os maus cheiros;
Um bom adubo: borra do café em vasos de flores e plantas;

Lendas do café

Café forte
Dizem que o café foi criado pelo arcanjo Gabriel, que quis oferecer ao profeta Maomé uma bebida que o revigorasse. Parece que o efeito foi bom mesmo: Maomé bebeu o café e tornou-se capaz de derrubar quarenta cavaleiros e conquistar quarenta mulheres. A lenda só não diz quanto o profeta teve que beber para conseguir a façanha!

Café santo
Quando o café chegou à Itália, no século XVII, foi boicotado por alguns cristãos fanáticos, que achavam que o produto era uma "invenção de Satanás". Só que, quando o Papa experimentou, gostou tanto que resolveu abençoar o café para vencer Satanás - e tornar o café a bebida cristã.

Café com música
Na Alemanha, o café era servido com música. O casamento das duas paixões alemãs é a "Cantata ao Café", composta por Johann Sebastian Bach para ser tocada nos estabelecimentos onde a bebida era servida - as Kaffehaus.

Café misterioso
Os turcos conheciam bem o café e foram um dos povos a levá-lo à Europa. Ocuparam Viena, mas tiveram que abandonar a cidade quando chegaram as tropas libertadoras. Foi o maior alvoroço e, na pressa, deixaram várias sacas de um produto misterioso. O que seria? Um homem que já havia vivido no Oriente reconheceu ali o café e aproveitou para vendê-lo, com açúcar e chantilly. Este é o famoso café vienense.

Café brasileiro
O café chegou ao Brasil no século XVIII, envolto em lendas e romance. A fruta, que já era plantada na Guiana Francesa, estava proibida aos portugueses. O sargento-mór Francisco de Melo Palheta foi designado para trazê-la e, conta-se, só teria conseguido porque a esposa do governador da Guiana, apaixonada por Palheta, o teria presenteado com sementes do "ouro negro". Não se pode ter certeza sobre a paixão da primeira-dama, mas seu papel foi fundamental no contrabando das sementes proibidas.

Café brasileiro II
O café foi o produto que veio a substituir a exploração do ouro e da cana-de-açúcar na era pós colonial, acompanhando assim o desenrolar da economia da época. Espalhou-se pela Região Sudeste, em que o clima era bastante propício, e por conta disto surgiram e se desenvolveram importantes cidades. Junto com o desenvolvimento, porém, trouxe o desmatamento. Nossa Mata Atlântica foi dizimada. A Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro, é a maior floresta urbana do mundo, mas não sobraria muita coisa para contar a história se não fosse pelo processo de reflorestamento, que recuperou a mata devastada pelas plantações.

Colaboração: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/abril/dia-internacional-do-cafe.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!

Que alegria ter você aqui...entre...entre...se acomode aqui ao meu lado...vamos tomar uma xícara de chá? ou café, se preferir...estou feliz que tenha vindo! Você e sua Alma encantadora!

Sinta-se em casa...e, sempre que quiser...

APAREÇA!

Sua presença ilumina meu dia.

Volte sempre!!

.

"Quando as panelas da cozinha forem tão sagradas, quanto os vasos dos altares, o Sagrado estará na Terra." santa Tereza D'Ávila (1515-1582)



"É um péssimo cozinheiro aquele que não pode lamber os próprios dedos."
- William Shakespeare
-

Peregrinos: BEM VINDOS!

English French German Spain Italian Dutch Russian Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Receita da bruxinha

Mau Humor faz mal a saúde! Dá cegueira no coração, cria verruga no nariz, deixa a gente todo verde, a língua engrossa e fica azul, as orelhas ficam pequeninas carregadas de pontinhos amarelos e roxos, os olhos ficam tortos e esbugalhados, os cabelos arrepiam prá cima, prá baixo, pro lado, a perna fica manca...e o pior disso tudo...encurta a vida.... Por isso, se quiser viver mais, aqui um conselho: AME MUITO – SORRIA - VIVA E FAÇA FELIZ!!! :D http://files.4s-brux1nh4s-s3nsu4is.webnode.com.br/200000001-897e98a7a5/halloweendiva.gif

Gotas encantadas

Receitas (52) Reflexão (22) energia (21) proteção (18) qualidade de vida (18) Alimentos saudáveis (17) Ritual (17) cura (16) ervas (15) emoções (14) Celebração (13) equilíbrio (13) chá (12) Oração (11) alegria (11) Família (10) casa (10) alquimia (9) limpeza (9) Comer (8) equilibrio (8) receita (8) sentidos (8) Cozinha (7) Paz (7) Simpatia (7) Compartilhar (6) Cultura (6) comida (6) homens (6) Alecrim (5) Pimenta (5) limpeza. (5) Chá de alcaçuz (4) Familia (4) Magia (4) canela (4) prosperidade (4) respiração (4) Amor (3) Bruxas (3) Natal (3) Pesquisa Científica (3) Saude (3) Saúde (3) Solidariedade (3) aromas (3) café (3) cores (3) cristais (3) jardim (3) longevidade (3) sabores (3) Ano Novo (2) Bebida (2) Brindar (2) Celtas (2) Festa Junina (2) Fogão (2) Lua (2) Mitos (2) Mulheres (2) Pés (2) Reciclar (2) Sociedade (2) Suco (2) Vovó (2) anjos (2) banho (2) chocolate quente (2) cravo (2) erotismo (2) gatos (2) gratidão (2) louro (2) pedras (2) viver (2) água (2) árvore (2) Arcanjo Gabriel (1) Avenca (1) Esponja (1) Fígado (1) Halloween (1) História (1) Imbolc (1) Mandala (1) Ostara (1) Plantas (1) Páscoa (1) Pão (1) Solstício (1) Sopa (1) São Francisco de Assis (1) São João (1) Voluntário (1) bicarbonato de sódio (1) bolacha (1) chimarrão (1) colheita (1) deusa Afrodite (1) deusa Bright (1) feminino (1) gengibre (1) hortelã (1) inveja (1) limão (1) maturação (1) mãe (1) nos moscada (1) reis magos (1) sagrado (1) sal grosso (1) sentimentos (1) sons (1) temperos (1) timo (1) ventos (1) xarope (1)

Créditos e Autoria

Os textos aqui postados são pesquisados em livros e na internet. Alguns desconheço sua autoria, muito embora, busco incessantemente descobrir. Nossa intenção em postá-los nesse espaço é compartilhar e espalhar conhecimento. Acreditamos que essa é a vontade de nossos ancestrais. Afinal, de que adianta um livro guardado em nossa estante? É envolta nessa aura de desejo em repassar, distribuir, informar, que ousamos acarinhar os corações que aqui chegarem. Deixamos nossa eterna gratidão à todos os seres Maravilhosos, que nos legaram com tantas pérolas. E através desse legado, nos permitem espalhá-las como flores ao vento... Que todos sejam triplamente abençoados!!! Com Amor, Madre Del'Alma Namastê!

Alimente meus amores